04

Para fortalecer culturas de base comunitária, estão abertas as inscrições do edital “IberCultura Viva para apoio de Redes e Projetos de Trabalho Colaborativo 2018”. A chamada tem como objetivo selecionar, apoiar e fortalecer o trabalho e articulação de organizações culturais comunitárias da região ibero-americana a partir do apoio a eventos de âmbito municipal, estadual, nacional ou regional.

A iniciativa é do IberCultura Viva, programa de cooperação intergovernamental vinculado à Secretaria Geral Ibero-americana (Segib), e faz parte do Plano Operativo Anual 2018, aprovado pelo Conselho Intergovernamental do programa em sua 8ª Reunião, realizada no Equador em 2017.

Organizações de países que fazem parte do Fundo Multilateral IberCultura Viva podem participar da chamada. São eles: Argentina, Brasil, Costa Rica, Chile, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, México, Peru e Uruguai.

O leque de eventos que podem ser apoiados pelo edital é grande. Serão aceitos encontros, congressos, seminários, festivais, feiras, colóquios e simpósios. Entretanto, é requisito que tenham entrada livre e sejam realizados entre novembro de 2018 e maio de 2019. Além disso, devem ser desenvolvidos a partir da articulação e trabalho conjunto de organizações ou coletivos culturais diversos e ter como objetivo fortalecer e visibilizar produções culturais comunitárias no campo artístico ou que visam à construção de cidadania e à valorização das identidades dentro do Espaço Cultural Ibero-americano.

Processo de seleção

As organizações proponentes podem inscrever eventos desde que trabalhem em articulação com pelo menos outras três entidades, seja outra organização, coletivo cultural ou povo originário.

O processo de seleção será dividido em duas etapas e conduzido por um comitê composto pela Unidade Técnica e Conselho Intergovernamental do IberCultura Viva. Na etapa de habilitação serão avaliados os documentos obrigatórios exigidos pelo edital.

Já na etapa de avaliação, os projetos serão julgados de acordo com uma lista de critérios, entre eles adequação aos objetivos do programa; impactos artísticos-culturais, econômicos e sociais; fortalecimento de identidades culturais; inovação; temática significativa para as comunidades locais; experiência do proponente; adequação do orçamento; clareza de objetivos; entre outros.

O montante total disponível para o edital é de 85 mil dólares, sendo que cada proposta poderá receber no máximo cinco mil dólares a serem utilizados na produção e comunicação do evento.

Inscrições

As inscrições podem ser feitas até dia 30 de setembro, em português ou espanhol, no site do IberCultura Viva. Eventuais dúvidas podem ser esclarecidas no regulamento, disponível na íntegra neste link.

 

Fonte: GIFE.