student-2052868_960_720

Valorizar e reconhecer as diversas experiências bem sucedidas, criativas e inovadoras desenvolvidas por professores é ação fundamental para promover a melhoria da qualidade da educação. Isso é o que acreditam as diversas organizações parceiras do Prêmio Professores do Brasil, instituído em 2005 pelo Ministério da Educação (MEC), e que conta com o apoio de vários associados do GIFE, como Fundação SM Brasil, Fundação Itaú Social, Fundação Maurício Sirotisky Sobrinho, Instituto Votorantim e Instituto Península.

Em sua 10ª edição, o prêmio convida todos os professores de escolas públicas da educação básica (sistemas públicos de ensino federal, estaduais/distrital e municipais e, ainda, das instituições educacionais comunitárias, filantrópicas e confessionais, conveniadas aos sistemas públicos de ensino) a se inscreverem enviando um relato de prática pedagógica desenvolvida com seus alunos.

“Ao registrar essa experiência, o profissional tem a oportunidade de refletir e avaliar sua atuação pedagógica, de estruturar o conhecimento adquirido, de amadurecer seus projetos e, o mais importante, de perceber a importância de seu trabalho para o desenvolvimento de seus alunos”, destaca Mariana Franco, gerente da Fundação SM Brasil, organização que integra a comissão da premiação desde 2009.

“A iniciativa dialoga diretamente com um dos pilares da Fundação SM, que tem foco na formação e valorização dos professores brasileiros. Para nós, na medida em que a premiação dá visibilidade e reconhece o trabalho docente, isso motiva os professores, sensibiliza e mobiliza a sociedade quanto à importância de uma educação pública de qualidade”, completa Mariana.

Em 2017, serão seis categorias: a) Educação Infantil: Creche; b) Educação Infantil: Pré-escola; c) Ensino Fundamental: Anos Iniciais – Ciclo de alfabetização: 1º, 2º e 3º anos; d) Ensino Fundamental: Anos Iniciais: 4º e 5º anos; e) Ensino Fundamental: Anos Finais: 6º a 9º anos; e f) Ensino Médio.

O processo de avaliação e seleção é composto por três etapas: 1: Estadual/Distrital; 2: Regional, correspondente às cinco regiões geográficas do Brasil; e 3: Nacional. Serão premiados os professores responsáveis pelos relatos de práticas pedagógicas em cada uma das seis categorias, nos níveis estadual/distrital, regional e nacional, além de premiações em temáticas especiais.

Na etapa estadual, receberão uma placa em sua homenagem os professores autores dos relatos de prática selecionados entre os três mais bem avaliados, por categoria, em cada Unidade da Federação, totalizando 486 premiados. Passarão para a seleção regional 162 professores selecionados como o melhor de sua categoria em sua UF. Já na etapa regional, serão premiados 30 professores, sendo um por categoria de cada região geográfica, que receberão cada um: R$ 7 mil, troféu e uma viagem para a Irlanda, em 2018, para participar de capacitação custeada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Capes.

Na etapa nacional, além dos prêmios recebidos nas etapas estadual e regional, os seis professores autores dos melhores relatos de prática pedagógica, um de cada categoria – dentre os 30 classificados na etapa regional, receberão adicionalmente cada um: R$ 5 mil e troféu.

As escolas nas quais foram desenvolvidas as 30 experiências selecionadas na etapa regional serão premiadas com placas comemorativas e equipamentos de informática/conteúdo educacional que facilitem o processo de ensino/aprendizagem, fornecidas por parceiro do prêmio.

Esta edição conta com uma premiação especial para os melhores projetos que abordem os seguintes temas: Esporte como estratégia de aprendizagem; Conservação e uso consciente da água; Estímulo ao conhecimento científico por meio da inovação; e Uso de Tecnologias de Informação e Comunicação no processo de inovação educacional.

A premiação varia para cada temática, incluindo visitas a projetos, cursos, capacitações, participação em eventos e viagens internacionais. Além disso, os premiados são convidados a participar do programa Sala de Professor e Salto para o Futuro da TV Escola, além de terem seus trabalhos publicados e divulgados pelo Ministério da Educação e instituições parceiras.

Inscrição

Os professores interessados em participar devem ler o regulamento e fazer sua inscrição pelo siteaté o dia 25 de agosto. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone: 0800 616161.

 

Via GIFE